Blog do PAULO MELO

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Congresso devolve mandato presidencial a Jango

O Congresso Nacional realiza, nesta quarta-feira (18), sessão solene para devolver simbolicamente o mandato presidencial de João Goulart. Foram convidados para participar do evento a presidente da República, Dilma Rousseff, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, além de ministros de Estado e dos tribunais superiores.
No fim de novembro, os parlamentares anularam a sessão de 2 de abril de 1964 que declarou vaga a Presidência da República, tornando possível o afastamento de Jango do poder. O argumento usado à época foi que o presidente havia fugido do Brasil.
A partir daquela data até a eleição de Tancredo Neves pelo colégio eleitoral, em 1985, os militares nomearam os presidentes da República. Entre outras medidas arbitrárias, a ditadura também extinguiu partidos políticos, acabou com as eleições diretas para governadores e prefeitos de capitais e usou contra os seus opositores armas que iam de cassações de direitos políticos ou aposentadorias compulsórias até prisões, tortura e execuções.
Jango morreu em 6 de dezembro de 1976 em sua fazenda em Mercedes, na Argentina. Ele sofria de problemas cardíacos, no entanto, nenhuma autópsia foi realizada. Desde a morte do ex-presidente várias hipóteses foram levantadas, a principal delas foi o depoimento dado pelo ex-espião uruguaio Mario Neira Barreiro ao filho de Jango, João Vicente Goulart, em 2006.
Preso por crimes comuns, ele cumpria pena em uma Penitenciária de Charqueadas, no Rio Grande do Sul. Disse que espionava Jango e que participou de um complô para introduzir uma substância mortal nos medicamentos que o ex-presidente tomava.
Por isso, em 2007, a família de Jango solicitou ao Ministério Público Federal (MPF) a reabertura das investigações. O pedido de exumação foi aceito em maio deste ano pela Comissão Nacional da Verdade (CNV).
No dia 13 de novembro de 2013, os restos mortais do ex-presidente João Goulart foram exumados do cemitério de São Borja (RS) e encaminhados para perícia da Polícia Federal em Brasília. Os resultado do exame com as reais causas da morte do ex-presidente devem ser conhecidos em seis meses.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Aécio Neves quer ser a opção anti-Dilma Rousseff nas eleições de 2014

Presidenciável elogia decisão de Serra de desistir da disputa interna e lança cartilha com propostas para para ser a opção anti-PT



Um dia depois do anúncio do ex-governador José Serra (PSDB-SP) de que não disputará internamente a candidatura tucana ao Palácio do Planalto, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi ontem à tribuna do auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, para lançar uma série de propostas da legenda com vistas às eleições do ano que vem. “É um conjunto de ideias colhidas a partir de debates e conversas em todo o país. Propostas do Brasil real, que se contrapõem ao Brasil virtual da propaganda oficial”, disse Aécio, alfinetando o governo do PT.

Incorporando cada vez mais o figurino de candidato, Aécio disse que é o momento de “o país começar um novo ciclo”. Ele elogiou a postura do ex-governador Serra, que, em sua conta em uma rede social, na segunda-feira, deixou claro que o candidato do PSDB ao Planalto é o senador mineiro. “Não deixo de reconhecer que é um gesto importante na direção da unidade partidária, um gesto que chamaria de desprendimento do ex-governador”, declarou.

Aécio desconversou, contudo, sobre o conselho de Serra e de outras lideranças tucanas de que é preciso lançar logo a candidatura presidencial. “Não é momento para isso. Se eu for candidato, serei candidato fruto do desejo de um conjunto de forças do partido, não de um desejo pessoal meu”, completou. 

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Presidente da França visita obras do Colégio Franco-Brasileiro

Escola dobrará capacidade para mil alunos

O presidente da França, François Hollande, em visita de Estado ao Brasil, compareceu hoje à inauguração simbólica das obras do Colégio Franco-Brasileiro François Miterrand em Brasília, que está sendo construído no Lago Sul.
A escola já opera na Asa Sul, na quadra 707, com 468 alunos, mas a nova unidade ampliará a capacidade para mil estudantes. A previsão é que as aulas no novo prédio comecem em setembro de 2014, no início do ano letivo francês.
"Essa ampliação, somada à visita oficial do presidente, que vem inaugurar esse processo, mostra a notoriedade que cada vez mais Brasília ganha em âmbito internacional. É a primeira agenda oficial da primeira visita deste presidente", explicou o secretário de Assuntos Internacionais do Distrito Federal, Odilon Frazão.
A construção do Colégio começou em 2012 e deve ser concluída até meados de 2014. As aulas são em francês, com programas de ensino da França. Segundo Lucille Bruand-Exner, adida de Cooperação Educativa da Embaixada da França, atualmente, a escola fornece preparação para o Programa de Avaliação Seriada (PAS), da Universidade de Brasília (UnB), e tem a intenção de oferecer curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
"A visita do presidente fortalece os vínculos entre Brasil e França, sobretudo por que estamos tomando outras medidas de aproximação de Brasília com Paris", disse o governador Agnelo Queiroz.
Do total de alunos, 55% são brasileiros, 32% franceses e o restante de outras nacionalidades. O corpo docente conta com 50 professores.
VISITA - Durante sua estadia de dois dias no Brasil, Hollande visitará Brasília e São Paulo e vai se encontrar com a presidente Dilma Rousseff.
"Uma das missões das escolas francesas no exterior é ser uma vitrine da língua e da cultura francesas", disse Hollande.

ASSOSÍNDICOS-DF visita síndica SCLN 409 e oferece apoio jurídico

O presidente da ASSOSÍNDICOS-DF, Paulo Roberto Melo acompanhado do consultor jurídico da associação Tarley Max e do diretor de relacionamento Hélio Paes Leme estiveram visitando a síndica Adriana Moura que é diretora de comunicação da ASSOSÍNDICOS-DF.

A explosão em um restaurante deixou três pessoas feridas e acarretou a interdição de um prédio de uso misto, com 73 quitinetes,  na 409 Norte. Ainda não se sabe o que provocou o acidente no Restaurante Frejo, mas a hipótese mais provável é que tenha havido um vazamento de gás.

Por volta de 7h15 de domingo (15/12), moradores e vizinhos do prédio ouviram um estrondo e ficaram sem saber o que tinha ocorrido. Quem vive nas quitinetes desceu apavorado com o barulho. “Quando abri a porta do apartamento, vi uma nuvem branca de gesso. Meu apartamento foi um dos mais afetados, porque está embaixo do restaurante. Um pedaço do forro caiu na minha cabeça”, disse o contador André Silveira, que teve que levar três pontos na testa.

Nas lojas e quitinetes localizadas no térreo e nos dois pisos superiores do prédio, paredes inteiras desabaram. As fachadas de vidro das lojas e da entrada do edifício foram estilhaçadas e estruturas de metal arremessadas para a área de estacionamento que fica em frente.  Os produtos de uma loja de beleza próxima à entrada do prédio ficaram esparramados pela calçada. Até mesmo edifícios vizinhos chegaram a ter vidros quebrados. 

O presidente da ASSOSÍNDICOS-DF, colocou todo o corpo jurídico a disposição da síndica, para resolver problemas junto ao seguro do condomínio e do restaurante. “Quero aqui oferecer todo o apoio jurídico e técnico a amiga síndica Adriana para que ela acione o seguro e tenha alguns laudos da estrutura das edificações”, falou Paulo Roberto Melo.

Já o consultor jurídico da ASSOSÍNDICOS-DF, Tarley Max tirou duvidas de alguns inquilinos do condomínio quanto á recisão do contrato de aluguel, pois este caso configura se um caso de força maior. “Quanto ao aluguel, vocês podem fazer a recisão com tranquilidade, pois esse incidente configura caso de força maior e para tudo se normalizar vai demorar no mínimo seis meses, mas para isso é importante que todos tenham o condomínio em dia” falou o consultor jurídico da ASSOSÍNDICOS-DF.

A síndica agradeceu e falou que a seguradora já prestou o apoio no dia de hoje.

O diretor de relacionamento Hélio Paes Leme, também falou que. “A Adriana pode ficar tranquila que nos da ASSOSÍNDICOS-DF estamos prestando todo o apoio possível para que ela possa resolver essa situação e tudo voltar ao normal” falou Hélio Paes Leme.

O subsecretário de operações da defesa civil, coronel Sérgio Bezerra, destaca que o risco foi calculado. “No cenário, há uma variação de temperatura, dilatação e contração. Por isso, as pessoas estão subindo em silêncio  para que o militar observe cada comportamento da estrutura, estalo e queda de material”, destaca.

As situações mais críticas constatadas pela Defesa Civil são as de duas vigas, um pilar e uma laje. Um dos pilares foi rachado no meio e a laje descolou da viga, o que ameaça um desabamento. “A sorte é de que não havia ninguém no local no momento do acidente, mas a situação está muito delicada, principalmente em um trecho de circulação de pessoas”, explicou Bezerra.

 Moradora de um dos apartamentos, Maria de Fátima Batista, 57 anos, foi a primeira a subir no prédio. Ela saiu com duas malas de roupas e documentos. “O resto eu deixei e tranquei a porta. O transtorno é imenso, tanto do susto quanto por não saber o que vai acontecer a partir de agora”, esclareceu.







Proprietário não tem ideia do que ocorreu

Na noite de sábado, o restaurante ficou aberto até a madrugada, por volta de 1h. Isso porque houve uma confraternização de fim de ano de amigos próximos aos proprietários do estabelecimento. O dono do restaurante, Luciano Dutra, afirma que antes de fechar a loja foram verificados o gás, as luzes e a água. “Todas as torneiras estavam fechadas, as luzes apagadas e ainda verifiquei o gás, que foi trocado no próprio sábado. Uma mangueira nova também foi trocada havia um mês”, destaca.

O local é alugado por R$ 1 mil e Luciano ainda não tem ideia do que pode ter contribuído para a explosão. Ele aguarda o laudo da perícia para reconstruir o restaurante e retomar as atividades comerciais. “No sábado, ninguém sentiu cheiro de gás, mas vamos reconstruir e voltar com o restaurante. O prejuízo foi altíssimo, mas ainda não foi contabilizado”, esclareceu.

O comerciante explica que o restaurante funcionava apenas com um botijão de gás de 13 quilos que era trocado uma vez por semana. A perícia do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil foi realizada no fim da tarde

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Escola de Gestão Comunitária abre inscrições para 5 cursos gratuitos em 2014

Aulas são ministradas por professores renomados de entidades parceiras e abordam temas como legislação de condomínios, engenharia, eventos, sustentabilidade e noções de contabilidade

Com o objetivo de apoiar o trabalho de lideranças comunitárias, o Governo do Distrito Federal, por meio da Escola de Gestão Comunitária, um espaço voltado para a promoção de cursos e palestras para zeladores, porteiros, síndicos, prefeitos de quadras e membros de associações de moradores.
A escola oferece cursos gratuitos está com inscrições abertas para os cursos de formação em primeiros socorros, cursos de formação para síndicos, curso de formação para porteiros, curso de formação para zeladores e de cursos de formação em eventos.
As inscrições para os cursos de primeiros socorros, síndicos, porteiros, zeladores e de eventos, já podem ser feitas à partir de até 30/01, no site: http://www.brasilia.df.gov.br/ , clicando no link: “Escola de Gestão Comunitária”.
Os cursos abrangem estratégias de segurança, motivação, regras de limpeza, estratégias de negociação, direito, eventos, sustentabilidade, noções de contabilidade, direito, eventos, organização, engenharia, entre outros temas. Os horários das aulas vão de 19h às 22h15min e a carga horária varia de 12h/a à 90h/a.
Especialistas de órgãos do GDF e de organizações parceiras que ministram as aulas, referência em suas áreas de atuação. Incluem temas como legislação de condomínios, noções de contabilidade, mediação de conflitos, Brasília tombamento e regras para intervenção e a relação estado/sociedade civil no DF, engenharia dentre outros temas. As aulas iniciam em fevereiro e têm a participação de representantes do CRC, CREA, IAB, ASSOSÍNDICOS, CEB, Caesb, Detran,  Agefis, SLU, Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.

De acordo com o administrador de Brasília, Messias de Souza afirma que a iniciativa é um programa de sucesso da administração de Brasília. “A Escola de Gestão Comunitária é uma conquista de todos, pois sabemos o quanto é difícil e estressante o papel de síndicos numa sociedade cada vez mais individualista com conflitos permanentes, que já tem lideranças de todo o DF fazendo os cursos da escola", avalia o administrador.

Já o coordenador da Escola de Gestão Comunitária, Paulo Roberto Melo, falou que a escola é um dos melhores programas de educação comunitária do Brasil, “Quem entrar na Escola de Gestão Comunitária vai fazer um curso de  qualidade que é reconhecido como o melhor programa de educação comunitária do Brasil além de ser uma oportunidade de qualificação para se colocar no mercado de trabalho em um mercado que pede cada vez mais qualificação e profissionalização” falou o coordenador Paulo Roberto Melo.

A ex-aluna do Curso de Formação para síndicos Luciana Cessel, falou que o curso de síndicos ajudou muito ela na gestão do seu condomínio, “Com as palestras de direito e dos engenheiros pude saber mais sobre legislação e engenharia o que eu estou aplicando em meu condomínio”.

O ex-aluno e síndico, Fábio de Mesquita falou que o curso ajudou tanto ele que ele se tornou um síndico profissional, “Hoje sou síndico de três condomínios e estou muito bem pois, o curso da Escola de Gestão Comunitária me ajudou a ter o conhecimento para que eu possa administrar bem esses condomínios”, falou o hoje síndico profissional.

O ex-aluno do Curso de Formação para Porteiros Clovis Gonçalves disse que fez o cursos e em menos de um mês coseguio o emprego de porteiro em condomínio, “Eu fiz o curso da Administração de Brasília e em 22 dias consegui o emprego de Porteiro em um condomínios com escala 12x36” falou o Porteiro Clovis Gonçalves.

Se você está buscando uma vaga no mercado de trabalho ou um novo emprego, que tal fazer um curso da Escola de Gestão Comunitária e se preparar para entrar no mercado de trabalho. 

Inscrições: www.brasilia.df.gov.br

Serviços: 


Curso de Formação para Porteiros
Local: Auditório da Administração Regional de Brasília (Setor Bancário Norte Bl K, Ed. Vagner 1º subsolo).
Inscrições: Até 24 de janeiro.
Dia do curso: 30 e 31 de janeiro de 2014.
Horário: De 19h as 22h15.


Curso de Formação em Eventos 1
Local: Auditório da Administração Regional de Brasília (Setor Bancário Norte Bl K, Ed. Vagner 1º subsolo).

Inscrições: Até 30 de janeiro.
Dias do curso: 5, 6 e 7 de fevereiro de 2014.

Horário: De 19h as 22h15.

Curso de Formação para Síndicos
Local: Auditório da Administração Regional de Brasília (Setor Bancário Norte Bl K, Ed. Vagner 1º subsolo).

Inscrições: Até 06 de fevereiro.
Dias do curso: 10, 11, 12, 13, 14, 17, 18, 19, 20, 21 e 22 de fevereiro de 2013.

Horário: De 19h as 22h15.

Curso de Formação para Zeladores
Local: Auditório da Administração Regional de Brasília (Setor Bancário Norte Bl K, Ed. Vagner 1º subsolo).

Inscrições: Até 07 de março.
Dia do curso: (segunda-feira) 77 de março de 2014.
Horário: De 19h as 22h15.


Curso de Formação em Primeiros Socorros
Local: Auditório da Administração Regional de Brasília (Setor Bancário Norte Bl K, Ed. Vagner 1º subsolo).

Inscrições: Até 28 de março.
Dias do curso: 2, 3 e 4 de abril de 2014.

Horário: De 19h as 22h15.



Duvidas ligue: (61) 3329-0498/0486 ou 8497-2015

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

1 trilhão e 500 bilhões arrecadados

No próximo dia 9 de dezembro,as 10 horas,o Brasil terá arrecadado cerca de 1 TRILHÃO e 500 BILHÕES DE REAIS EM IMPOSTOS. O Impôstometro,instalado no prédio onde funciona a sede da Associação Comercial do Distrito Federal,vai mostrar para a mídia,empresários e para toda a sociedade de Brasília e do Brasil,quanto o Governo Federal arrecadou em impostos até o presente momento.

PL das mídias alternativas comunitárias em votação na CLDF amanhã

Votação Pelo
VOTAÇÃO DA PELO 51/2013
A Proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 51/2013, de autoria da deputada Luzia de Paula, que destina, no mínimo, 10% da verba de publicidade dos Poderes Públicos do Distrito Federal para as mídias comunitárias, encontra-se na Ordem do Dia da Câmara Legislativa e será votada amanhã, terça-feira (11/12), a partir das 15 horas. Por isso não deixem de comparecer. A participação e a pressão de todos é imprescindível para o sucesso da empreitada.

Realizada Sessão Solene em homenagem ao Dia do Síndico no Distrito Federal

O deputado Aylton Gomes presidiu, nesta ultima sexta-feira (6/12), sessão solene para homenagear o Dia do Síndico. Na ocasião, diversos síndicos, subsíndicos e moradores participaram da comemoração

A solenidade teve inicio ás 19h, no Plenário da Câmara Legislativa e contou com a presença do administrador de Brasília, Messias de Souza, do presidente do CRC-DF,  Adriano Marrocos, do presidente da ASSOSÍNDICOS-DF Paulo Roberto Melo e da vice-presidente do SINDICONDOMÍNIO-DF Maria Delzuíte.

O deputado Aylton Gomes, falou da importância dos síndicos e por ele ser bombeiro lembrou que os síndicos e bombeiros têm de trabalhar juntos “estou muito feliz em estar aqui hoje presidindo essa sessão solene em comemoração ao dia do síndico, que também e minha essa proposição que inclui 30 de novembro como o dia do síndico no calendário de eventos do Distrito Federal quer também dizer para a ASSOSÍNDICOS que vou batalhar pelos projetos de lei de interesse dos síndicos do DF”, falou o Deputado Distrital.

O presidente do CRC-DF, Adriano de Andrade Marrocos falou que ser síndico e uma função muito difícil com múltiplas funções “ser síndico é uma função muito difícil que envolve muitas funções entre elas a contabilidade que traz a vida financeira do condomínio”, enfatizou o presidente do CRC-DF.

O síndico Marcelo Sicoli, se disse estar muito feliz em estar presente na mesa e fazer a o falar ele falou “hoje os condomínios tem de ser geridos como uma empresa em uma quebra de paradigmas com síndicos cada vez mais profissionais e modernos, não mais aquele síndico o senhor aposentado” falou o síndico do centro clinico sudoeste.

O administrador de Brasília, Messias de Souza falou sobre o tombamento de Brasília e que Brasília é uma cidade de condomínios “quero mais uma vez cumprimentar os síndicos pelo seu dia e dizer que em Brasília a administração apoia os síndicos com o programa Escola de Gestão Comunitária que oferece cursos de síndicos, porteiros e zeladores que já formou milhares de pessoas para esse mercado que muito cresce no Distrito Federal e gera muitos empregos, quero dizer que os síndicos estão cada vez mais buscando se profissionalizar e fazer a melhor gestão em seu condomínio” comentou o  administrador de Brasília.

A vice-presidente do SINDICONDOMÍNIO-DF, Maria Delzuíte, falou das ações o sindicato “vou cumprimentar a todos e dizer que o SINDCONDOMÍNIO desenvolve diversas ações para o apoio dos síndicos de condomínios do DF e que o SINDICONDOMÍNIO quer trabalhar junto com a ASSOSÍNDICOS pelo desenvolvimento dos síndicos”. Falou a vice-presidente SINDICONDOMÍNIOS.

O presidente da ASSOSÍNDICOS-DF, Paulo Roberto Melo, fechou a sessão solene do dia do síndico lembrando da importância destes eventos para aumentar a autoestima dos síndicos e desenvolver nos moradores uma cultura da valorização dos síndicos, ele também falou sobre as perspectivas da ASSOSÍNDICOS para 2014, “quero de dizer aos síndicos presentes antes de mais nada o quanto me honra estarmos aqui hoje pela primeira vez na historia do DF em uma sessão solene em comemoração ao Dia do Síndico, quero lembra que em 2 messes de atuação temos esse plenário cheio no ano que vem ele vais estar lotado, quero antes de mais nada fazer um balanço desses dois messes a frente da ASSOSÍNDICOS pois em dois messes fizemos muito, com por exemplo a primeira semana do Síndico e Subsíndico no Distrito Federal, o jantar do síndico, caravana da ASSOSÍNDICOS, palestra com café da manhã dentre outro eventos, mas também avançamos no grupo de trabalho que fala sobre a lei de vistorias, também esta bem avançada a cartilha do síndico entre outros avanços que em breve mostraremos, também quero falar com todos sobre os nossos compromissos com 2014, em 2014 queremos atender 15 mil pessoas nos mais diversos programas da ASSOSÍNDICOS que vão ao encontro das necessidades de um apoio e uma melhor gestão em seus condomínios” enfatizou o presidente da ASSOSÍNDICOS-DF Paulo Roberto Melo.


Essa sessão solene foi à primeira da historia do DF e o deputado distrital Aylton Gomes anunciou a entrega de diversas moções de louvor para síndicos do DF.




quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Jantar da ASSOSÍNDICOS-DF, em homenagem ao Dia do Síndico, reúne mais de 100 pessoas

A ASSOSÍNDICOS-DF promoveu no último sábado, 30/11, um jantar em homenagem ao Dia do Síndico. A festa aconteceu na Galeteira Serrana e contou com a participação de mais de 100 pessoas.
                
Segundo o presidente da ASSOSÍNDICOS-DF , Paulo Roberto Melo, essa comemoração está em seu primeiro ano com mais de 100  convidados. “Este é o primeiro ano que fazemos essa festa para homenagear os síndicos, quero agradecer e parabenizar os mais de 18.000 síndicos do DF e Região Metropolitana pelo seu dia, e dizer que esse evento é apenas um de uma dezena de eventos que faremos em 2014”, destacou Paulo Roberto Melo, lembrando que na semana do síndico tivemos inúmeras palestras e eventos, levando aos síndicos informações sobre a gestão de condomínios.

De acordo com a Brademir Wolff da Silva, diretor de Eventos da ASSOSÍNDICOS-DF e organizador da festa, o jantar é uma homenagem aos síndicos, que trabalham para o bem-estar dos condomínios. “Tivemos nesse ano  a maior e melhor programação na historia do DF para comemorar o dia do Síndico”, ressaltou Brademir. 

O prefeito de Brasília, Messias de Souza esteve presente no evento e lembrou a importância da ASSOSÍNDICOS-DF dizendo, “A ASSOSÍNDICOS-DF, já nasceu forte pois ela tem na sua diretoria pessoas comprometidas com os síndicos e subsíndicos do Distrito Federal”, falou Messias de Souza

Além do jantar, alguns convidados foram premiados com o prêmio SÍNDICO BOM de GESTÃO, os convidados receberam adesivos e cartilhas e ainda jantar com um típico galeto do sul do país.

Esteve presente também os presidentes do CREA-DF e CREA sênior, o deputado Roney Nemer, e diversas autoridades do DF.  

Outras informações pelo site: www.assosíndicosdf.com.br ou pelo telefone (61) 9388-4983.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

ASSOSÍNDICOS promove café da manhã com palestras e dicas pelo dia do síndico

A Associação de Síndicos e Subsíndicos do Distrito Federal e Região Metropolitana promoveu em parceria com o supermercado Big Box, Corpo de Bombeiros e Administração de Brasília, realizaram um encontro com café da manhã no ultimo dia 30/11, para alertar síndicos sobre a importância da prevenção e combate a incêndios nos condomínios em que eles são gestores.
O evento teve um café da manhã, oferecido pelo Big Box, palestras feitas pelo Corpo de Bombeiros  e  uma tenda oferecida pela administração de Brasília.
A ASSOSÍNDICOS distribuiu adesivos com o dizer “meu condomínio tem um síndico bom de gestão”, também distribuiu informativos para os síndicos e convidou as pessoas a conhecerem a ASSOSÍNDICOS.
O presidente da ASSOSÍNDICOS, Paulo Roberto Melo falou: “hoje dia 30 de novembro estamos realizando uma série de eventos entre eles café da manhã com palestra nesta quadra, queremos valorizar cada vez mais essa profissão, vou buscar aprovar projetos de lei que apoie o síndico de condomínio, queremos que os síndicos tenham orgulho de ser síndico, vamos melhorar a autoestima dos síndicos com esses eventos de integração e valorização do síndico” falou p presidente da ASSOSÍNDICOS.

O evento também contou com a presença de síndicos, moradores do DF, diretores e membros da ASSOSÍNDICOS, O Administrador de Brasília Messias de Souza, Major Pedroso e o Coronel do Corpo de Bombeiros.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Genoino, Dirceu e Delúbio irão cumprir pena de semiaberto no CPP

Informações são do Departamento Penitenciário Nacional
O ex-presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), José Genoino; o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu; e o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, serão transferidos para a unidade de semiaberto no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), segundo informações do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Mais cedo, a defesa de Dirceu entrou com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que fosse garantido ao réu o cumprimento inicial da pena em regime semiaberto. Ele foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão no julgamento da Ação Penal 470, o mensalão.

Os advogados alegaram que deveria ser aplicado o regime semiaberto pois a pena foi inferior a oito anos de prisão, e que no mandado emitido por Joaquim Barbosa, não consta o regime de prisão.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Assosíndicos já é uma das maiores associações do DF

Em assembléia geral extraordinária ocorrida no ultimo sábado 09/11 em Águas Claras, o presidente da ASSOSÍNDICOS, lançou cerca de dezessete programas e ações para inicio imediato dos trabalhos

Os programas lançados são: Clube de Vantagens; Selo de Qualidade; Vistoria Legal; Escola de Síndicos; Caravana da Assosíndicos no Condomínio; Assosíndicos Regional; Planejamento Estratégico 2013-2023; Corrida do Síndico; Passeio Ciclístico com Síndicos; Campeonato Brasiliense de Futsal entre condomínios; ERSSDF – Encontro Regional de Síndicos e Subsíndicos no Distrito Federal e Região Metropolitana; Prêmio Síndico Bom de Gestão; Jantar do Síndico; Orientação Jurídica; Orientação Contábil; Orientação Gerencial e Orientação Administrativa.

As ações serão implantadas até o final de 2014, mas a maioria já estará em funcionamento já a partir de agora.

O Diretor de Vistoria e Fiscalização da Assosíndicos disse que “o programa Vistoria Legal vai ser uma forma de apoiar o síndico em sua gestão, pois os condomínios precisão de vistoria periódica para a s partes hidráulica, elétrica, estrutural e de elevadores, comentou Emerson Tormann.

De acordo com o Diretor de Eventos da Assosíndicos, Brademir Wolff, “os eventos lançados pelo presidente são para confraternizar, trazer conhecimento e incentivar a pratica de esportes” afirmou Brademir.

Já o Diretor de Educação e Qualificação, Cleber dos Santos falou que “A Assosíndicos vai se tornar em pouco tempo referencia em qualidade de cursos e preparação de síndicos e pessoas ligadas ao condomínio com cursos gratuitos para a comunidade de condomínios do Distrito Federal e região metropolitana, com a Escola de Síndicos da Assosíndicos” disse Cleber dos Santos.


O Presidente da Assosíndicos Distrito Federal Paulo Roberto Melo, enfatizou que “A Assosíndicos com dois meses de existência já trabalhou mais do que outras entidades em mais de 15 anos de existência, mas quero dizer que hoje esse é o maior e mais arrojado pacote de programas e ações já lançados por uma associação do tipo no país, vamos ter de trabalhar muito para colocar em pratica todas essas ações, quero dar ênfase nos programas: Vistoria Legal, Escola de Síndicos, Caravana da Assosíndicos no Condomínio, Assosíndicos Regional, Clube de Vantagens e no Selo de Qualidade, para que em 8 meses possamos atender quinze mil pessoas sendo uma comunidade de síndicos, subsíndicos, moradores de condomínios e funcionários, então vamos trabalhar vamos para a rua, vamos atrás sindico e visitar os condomínios”, concluiu Paulo Roberto Melo.

Estiveram presentes na assembléia geral extraordinária e no lançamento do pacote de programas e ações para a ASSOSÍNDICOS: o Presidente Paulo Roberto Melo, a 1º vice-presidente Sonia Rios, o 2º vice-presidente Antonio Lisboa, A 1° secretaria  Ligia Amorim, a tesoureira Pedro Ana, o vice-tesoureiro Fabio Ribeiro de mesquita, o Diretor de Vistoria e Fiscalização Emerson Tormann, o Diretor de Educação e Cultura Cleber Pereira dos Santos, o Diretor de Relacionamento Hélio Paes Leme, a Diretora de Cultura Janaina Lopes Mourão, a Presidenta do Conselho Fiscal Edna Maria de Souza Rodrigues, a Secretaria do Conselho Fiscal Fernanda Alfonso e o Suplente do Conselho Fiscal José Ribeiro de Lima.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Jango de volta a Brasília

Depois de exumados, os restos mortais do ex-presidente serão recebidos na capital com honras militares. Governo acompanha a perícia, que terá auxílio de profissionais internacionais


Jango de volta a Brasília
Corpo será recebido com honras de chefe de Estado


O governo federal criou um grupo de trabalho para acompanhar a exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart, a realização dos exames e as perícias necessárias, para apurar se ele foi assassinado por meio de envenenamento, em 1976, durante o exílio na Argentina. 

Coordenado pelo perito da Polícia Federal Amaury de Souza Junior, a comissão é formada por representantes da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e da Comissão Nacional da Verdade. Eles chegarão a São Borja, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, na próxima segunda-feira. Na quarta-feira, será aberto o jazigo do ex-presidente, que está resguardado por uma tampa que pesa 500 quilos.

De lá, no mesmo dia, os restos mortais de Jango seguem para Santa Maria de helicóptero, onde os responsáveis por sua guarda passarão a noite. Na manhã seguinte, os despojos chegam a Brasília, onde fica a sede do Instituto Nacional de Criminalística, e serão recebidos com honras de Chefe de Estado. Os restos só retornarão a São Borja em 5 de dezembro, aniversário da morte do ex-presidente, passando antes por Porto Alegre.

Peritos da Argentina, Uruguai e de Cuba auxiliarão nas perícias. O cubano Jorge Perez Gonzalez está no grupo a pedido dos familiares do ex-presidente. Ele participou da exumação dos restos mortais do guerrilheiro argentino Ernesto Che Guevara e do venezuelano Simón Bolivar, considerado herói da independência das colônias espanholas sul-americanas. Conforme a portaria que instituiu o grupo de trabalho, o laudo oficial, que será produzido pelo Departamento de Polícia Federal, poderá ser acompanhado dos relatórios dos especialistas convidados, porém, como anexos.

Em Brasília, serão feitos exames de DNA e outra avaliações para verificar se realmente são de João Goulart. A área onde está o túmulo tem sido monitorada pela Brigada Militar do Rio Grande do Sul, segundo informou a Secretaria de Direitos Humanos. O ex-presidente foi enterrado em São Borja por determinação do governo militar brasileiro, sem que tenha sido feita autópsia do seu corpo.

Versão oficial

Oficialmente, Jango morreu de ataque cardíaco. Mas a suspeita é de que ele ingeriu veneno introduzido em uma cápsula do remédio que tomava regularmente para tratar de problemas no coração. Amostras serão enviadas em seguida a laboratórios internacionais, para verificar a possibilidade de identificar eventuais resíduos de substâncias que possam ter provocado a morte do ex-presidente.

João Goulart teria sido morto, na Argentina, onde se exilou, a pedido do governo militar brasileiro por agentes da ditadura uruguaia durante a Operação Condor, uma aliança político-militar que reuniu, na década de 70, os governos ditatoriais do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, com ajuda norte-americana, para combater opositores dos regimes. A família sempre suspeitou da versão de ataque cardíaco, alegando que o ex-presidente estava se articulando para retornar ao Brasil e lutar contra a ditadura militar.

Para saber mais

Conspiração internacional

Empossado presidente da República em 1961, após a renúncia de Jânio Quadros, de quem era vice, João Goulart foi deposto pelo golpe militar em 1964. Exilou-se com a família no Uruguai e depois na Argentina, onde morreu em 6 de dezembro de 1976, na cidade de Mercedes, aos 57 anos. O processo de exumação dos restos mortais do ex-presidente iniciou em 2007, quando os familiares do ex-presidente solicitaram a reabertura das investigações sobre sua morte ao Ministério Público Federal.

Eles se basearam nas revelações feitas por Mário Neira Barreiro, ex-agente da ditadura uruguaia, que cumpria pena em Porto Alegre de mais de 10 anos por contrabando de armas. Ele afirmou que Jango foi morto em uma operação orquestrada pelos regimes ditatoriais da América do Sul, com a ajuda da CIA americana.

Em 2010, o procurador da República no Rio Grande do Sul Júlio Schwonke de Castro Júnior arquivou o inquérito, descartando a tese de conspiração internacional para matar o ex-presidente, depois de analisar documentos secretos e ouvir testemunhas. O procurador justificou que a suspeita de assassinato se baseava unicamente em depoimento contraditório e confuso de Barreiro.

Em 2011, os familiares de Jango pediram a reabertura das investigações à ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Em abril de 2012, a Comissão Nacional de Verdade, criada em 2011, para apurar violações de direitos humanos praticadas entre 1946 e 1988, aprovou o processo de exumação dos restos mortais de Jango.


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Benedito Domingos também poderá ser cassado

A Câmara Legislativa vai julgar mais um parlamentar. O acórdão da condenação de Benedito Domingos (PP) deve ser divulgado pelo Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios (TJDFT) na próxima segunda-feira, e a disposição dos distritais é retomar o processo contra o parlamentar imediatamente.



Benedito sofreu uma condenação em segunda instância no último dia 15 e, para os distritais, isso se caracteriza como quebra de decoro.

O presidente da Câmara, Wasny de Roure (PT), diz que, com a publicação do acórdão judicial, o processo contra Benedito segue seu trâmite. “A Mesa Diretora não precisa nem sequer se reunir ou opinar novamente. A matéria segue para a Corregedoria assim que o acórdão for publicado”, explica Wasny. 

Hoje à tarde, o presidente vai protocolar no Supremo Tribunal Federal um recurso contra entendimento do Tribunal de Justiça do DF, que determinou a votação secreta em processos de cassação. “Mesmo com a expectativa de que o Congresso Nacional decida em breve sobre o tema, queremos demonstrar o interesse do Poder Legislativo local em defender o voto aberto”, ressalta.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Congresso banca hábito gourmet dos parlamentares


O aquecido mercado  da gastronomia em Brasília tem atraído para a capital federal grifes paulistanas de restaurantes, como o Rubayat e o Gero do grupo Fasano. Entre a clientela habitual, estão parlamentares, que têm direito a custear as refeições com dinheiro público. Um levantamento feito pelo Estado mostra que o Senado tem reembolsado contas que chegam a ultrapassar R$ 7 mil.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) é um bom gourmet. Em homenagem a seu pai, o parlamentar levou amigos e parentes para jantar no Porcão, uma das mais caras churrascarias de Brasília, que oferece rodízio a R$ 105 por pessoa, e apresentou a conta ao Senado. A nota apresentada pelo senador para ressarcimento indica que o jantar custou aos cofres públicos R$ 7.567,60.

No mesmo dia do jantar, o plenário do Senado foi palco de uma homenagem ao pai do parlamentar, o ex-senador e ex-governador da Paraíba Ronaldo Cunha Lima, falecido em julho de 2012. Parentes, amigos e colegas do senador vieram a Brasília para participar do evento.

O ex-governador Cunha Lima ficou conhecido por ter disparado três tiros contra o seu antecessor Tarcísio Burity em um restaurante da capital João Pessoa. Em 2007 renunciou aocargo de deputado federal para não ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo. Morreu sem ser condenado.

O senador Fernando Collor (PTB-AL) é um apreciador de comida japonesa. Neste ano, o Senado reembolsou três contas no restaurante Kishimoto, cada uma delas custando pelo menos R$ 1 mil. A assessoria do parlamentar já veio a público informar que os valores são usados para a alimentação dos funcionários do gabinete, gasto que é permitido pelas normas do Senado.

Na Câmara, a liderança do PSDB é campeã na apresentação desse tipo de nota. A preferência é pelo restaurante Coco Bambu, rede especializada em frutos do mar. Nos primeiros sete meses deste ano, foram 14 notas com valores entre R$ 1.280 e R$ 2.950. O valor total desembolsado pela Câmara nesse caso foi de quase R$ 27 mil.

Procedimentos
Ato publicado pelo Senado em 2011 que regulamenta os procedimentos para o ressarcimento das despesas dos senadores estabelece a apresentação de "nota fiscal ou nota fiscal eletrônica ou cupom fiscal original, em primeira via, datada e com a completa discriminação da despesa, isenta de rasuras, acréscimos, emendas ou entrelinhas, emitida em seu nome". Na nota à qual o Estado teve acesso está escrito apenas "refeições".
A churrascaria em que Cunha Lima ofereceu o jantar está entre as mais caras da capital federal. No cardápio, estão disponíveis carnes nobres e exóticas, como carne de avestruz. O cliente ainda pode optar por um buffet com pratos quentes, saladas, massas, pizzas, risotos e comida japonesa. Considerando um consumo aproximado de R$ 200 por pessoa, incluindo sucos ou refrigerantes e taxa de serviço, o valor apresentado na nota seria suficiente para oferecer um jantar para 38 convidados.

O gabinete do senador informou que o uso da cota parlamentar é feito da forma mais transparente possível. Por iniciativa própria, todas as notas emitidas pelo parlamentar estão disponíveis em seu site. Segundo a assessoria de imprensa de Cunha Lima, o jantar ocorreu depois da sessão especial do Senado e contou com a presença de "autoridades e parlamentares". Apesar de não informar o número de convidados, o gabinete informou que "o senador é extremamente criterioso com os gastos".

Questionada sobre a ausência do consumo discriminado na nota, o que é exigido pela Casa, a assessoria do parlamentar afirmou que "se o Senado referendou o documento dessa forma, não cabe ao senador responder por isso". A nota foi apresentada na época em que a secretaria responsável por esse controle no Senado era comandada por outro diretor, que foi afastado do cargo.

Mensalmente, cada senador tem direito a usar R$ 15 mil mais o equivalente a cinco passagens aéreas de ida e volta a seu Estado de origem, o que faz com que o valor seja diferente para cada parlamentar. Cássio Cunha Lima pode solicitar reembolso de R$ 35.555,20 todos os meses.

O Senado informou que não há regra que delimite o gasto específico com restaurantes. Se quiser, o senador pode gastar até o valor total da cota com alimentação.

Divergência
Os dados apresentados pelo Portal da Transparência do Senado indicam que a Casa pagou R$ 690,20 a mais pelo jantar, na comparação com a nota arquivada na churrascaria. Um documento do restaurante, ao qual o Estado também teve acesso, apresenta o valor de R$ 6.877,40, apesar de ter o mesmo número de série daquele apresentado ao Senado, onde consta o gasto de R$ 7.567,60.

No documento do restaurante, contudo, é possível observar que o valor menor foi escrito em cima do maior. Procurado, o Porcão informou que não adulterou a nota e que a diferença pode estar nos 10% cobrados pelo serviço. 

MAIS VISTAS